Portfólio do editor em

Belo Horizonte,

Mapa do Blog | Avise Erros | Contato

COMUNICAÇÃO | SOCIEDADE | CULTURA | ESPORTE

 

SOCIEDADE


Educação Compartilhar

Espelho acadêmico

 
Léo Rodrigues | 20/10/2008 Notícia publicada pelo jornal Boletim, da UFMG

UFMG Conhecimento e Cultura abrigará a apresentação de mais de dois mil trabalhos de alunos de graduação

Um verdadeiro espelho que reflete o que produz e o que pensa a UFMG no âmbito do ensino, da pesquisa e da extensão. Assim pode ser definido o evento UFMG Conhecimento e Cultura, que será realizado de 20 a 24 de outubro. A promoção, que ocorre anualmente, conjuga três iniciativas: a XVII Semana de Iniciação Científica, a XII Semana da Graduação e o XI Encontro de Extensão. Foram inscritos 1.593 trabalhos de iniciação científica e 335 de extensão. Na graduação, o número de trabalhos pode chegar perto de 190.

Segundo o pró-reitor de Pesquisa, Carlos Alberto Tavares, a Semana é o momento em que a UFMG mostra para a sociedade os resultados do investimento recebido. Mas há ainda outro motivo para valorizar as apresentações. “Oferecemos a oportunidade para os alunos demonstrarem a sua produção acadêmica. Assim, estamos cultivando nos jovens o gosto pela ciência”, afirma o pró-reitor, que responde pela coordenação do evento ao lado da pró-reitora adjunta de Graduação, Carmela Polito, e da pró-reitora adjunta de Extensão, Paula Cambraia.

O professor Carlos Alberto conta que iniciativas como esta foram adotadas em diversas universidades federais do país, contribuindo para construir um modelo de iniciação científica tido como referência no mundo inteiro. “Quando dizemos que o Brasil oferece 35 mil bolsas de pesquisa, os acadêmicos estrangeiros se assustam. Só na UFMG, são mil bolsas financiadas pela Fapemig, CNPq e Fundep. Este fomento da iniciação científica contribui para formarmos uma das melhores pós-graduações do mundo, pois o estímulo à pesquisa começa na graduação”, diz o pró-reitor.

Premiação

Durante o evento serão premiados 14 trabalhos de graduação, 35 de iniciação científica e três de extensão. Primeiramente, professores da UFMG escolherão os melhores trabalhos de cada dia. Eles serão expostos, no dia 24, no saguão da Reitoria, onde um comitê de pesquisadores de outras instituições analisará e selecionará os vencedores, que receberão uma placa da Universidade. Os três trabalhos vitoriosos de extensão serão levados ao Congresso Brasileiro de Extensão Universitária. Já os 14 de graduação e os 35 de iniciação científica serão apresentados na próxima edição da Reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), com despesas pagas pela UFMG.

Evolução e diversidade

O evento UFMG Conhecimento e Cultura integra a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, cujo intuito é levar para a sociedade resultados da produção de ciência e tecnologia do país, valorizando a criatividade e a inovação. Iniciativa do Governo Federal, a semana é composta por mais de 10 mil atividades, organizadas por governos estaduais e municipais, entidades científicas e tecnológicas, e instituições de ensino e pesquisa. O tema da edição deste ano é Evolução e Diversidade, numa alusão aos 150 anos da apresentação dos estudos de Charles Darwin sobre a seleção natural das espécies. O tema permeará a atmosfera do UFMG Conhecimento e Cultura.

A participação da UFMG na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia não se restringe às atividades no campus Pampulha. O Parque Municipal voltará a abrigar a mostra Ciência no Parque, para a qual a UFMG, por meio de Centro de Difusão da Ciência (CDC), levará experimentos e oficinas, na tentativa de instigar a curiosidade e a participação de crianças, jovens e adultos. Um dos destaques é a exibição do aeromodelo da equipe Uai-Sô-Fly, formada por estudantes de engenharia mecânica, e a estação Darwin em Wall Street?, na qual o professor de matemática Leopoldo Grajeda exibirá programa interativo que simula as ações das bolsas de valores a partir da Teoria da Evolução. O Ciência no Parque ocorre entre os dias 22 e 26, das 9h às 18 horas.

 

comments powered by Disqus

 

O EDITOR


Léo Rodrigues

Repórter da Agência Brasil, formado em Comunicação Social pela UFMG em 2010. Ex-jornalista da TV Brasil e do Portal EBC, onde também atuou como editor de esportes. Diretor de documentários cujo foco de interesse é a cultura popular, entre eles os longas "Aboiador de Violas" e "Pra fazer carnaval mais uma vez". Saiba mais

 

O BLOG


O trabalho do jornalista nunca é isento. Trata-se de um exercício constante de escolhas. Para onde apontar a lupa? De que ângulo posicionaremos a lupa? Este espaço surge a partir do interesse do editor em concentrar o seu acervo de produções jornalísticas e, ao mesmo tempo, propor coberturas e reflexões sobre comunicação, sociedade, cultura e esporte. Entenda melhor a proposta

 

QUEM É O EDITOR | PROPOSTA DO BLOG | MAPA DO BLOG | AVISE ERROS | CONTATO

Alguns direitos reservados
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil exceto quando especificado em contrário.
Permitida a cópia, redistribuição e alterações desde que se conceda os devidos créditos e mencione caso alguma adaptação tenha sido realizada.
Saiba mais como funciona a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil